Commodity Chains e Evolução dos Padrões de Mercado

Resumo

Utilizando instrumentos de análise como o de cadeia global de mercadorias e aqueles da antropologia econômica de Karl Polanyi, este artigo procura destacar a importância e o significado da economia cafeeira que se desenvolveu na Zona da Mata de Minas Gerais. Neste sentido, ressalta sua posição como uma das principais áreas produtoras e exportadoras de café não só do Brasil como de toda a América Latina, em primeiro lugar e, em segundo, a constituição do capitalismo na região a partir da noção de formação e evolução de mercados, processo que permitiu que gradualmente a Mata mineira desenvolvesse os principais mecanismos de retenção de recursos e de acumulação interna de capital.

PDF